Governo da Paraba

 
Conab anuncia queda de preços de frutas e hortaliças PDF Imprimir E-mail
Escrito por Alex Márcio   
Qui, 09 de Março de 2017 08:21
AddThis Social Bookmark Button

 

          Os preços da batata, tomate e alface continuam caindo na maioria das centrais de abastecimento do País, segundo mostra o 1º Boletim Prohort de Comercialização de Hortigranjeiros nas Centrais de Abastecimento (Ceasas), desenvolvido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

            Houve aumentos pontuais em alguns estados. De acordo com o estudo, as hortaliças que apresentaram alta nas cotações em praticamente todos os mercados foram a cebola e cenoura, o que já é fato característico para o período.

            Já entre as frutas, o grande destaque de queda de preços no período foi o mamão, que teve aumento da oferta em vários mercados e pouca demanda, em virtude das festas de fim de ano e da maior competição com outras frutas tradicionalmente solicitadas nessa época, o que contribui também para o aumento da exportação desse produto. Em sentido contrário, a banana e a laranja apresentaram tendência de alta de preços em grande parte dos mercados, sendo que a laranja continua escassa nos entrepostos atacadistas. Por sua vez, a melancia apresentou aumento de oferta em todos os mercados em relação ao período anterior, mas com preços ainda sem uma tendência definida.

            Neste mês, além das frutas e hortaliças analisadas regularmente pelo Prohort, outros produtos importantes na composição do quadro alimentar do consumidor apresentaram, da mesma forma, queda nas cotações.

            Dentre as hortaliças, destacam-se as reduções na média de preços da abóbora (4%), couve-flor (12%), moranga e mandioquinha (18%), quiabo (22%), berinjela (24%), jiló (26%), batata-doce (28%) e espinafre (42%). Em relação às frutas, importantes quedas de preços foram registradas para a goiaba (7%), melão (14%), uva (21%), manga (22%), caqui e tangerina (24%), pêssego (29%), limão (31%), ameixa (45%), amora (58%) e nectarina (63%).

 

Comercialização

            Com o fechamento dos dados do último mês de 2016, o Boletim informa também a quantidade e o valor da comercialização de hortigranjeiros realizada durante todo o ano. A consolidação desses números evidencia uma redução de 3,26% no volume comercializado em relação a 2015, e o um aumento de 14,72% no valor total nesse segmento da comercialização de produtos in natura, o que pode ser explicado por fatores climáticos e econômicos da atualidade brasileira.

 

Fonte:

Jornal A União (25/1/2017)

 
 


EMPASA - Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas

Av. Raniere Mazilli, s/n  –  Cristo Redentor – CEP: 58.071-000 - João Pessoa-PB.